Lei que autoriza visita de pets em hospitais de São Paulo é publicada; saiba regras

Pacientes internados em hospitais públicos da cidade de São Paulo agora podem receber visitas de seus animais de estimação. A lei foi publicada na edição desta quarta (7) do “Diário Oficial”.

Até então, não existiam regras para a entrada de pets em hospitais municipais.

Para o vereador Rinaldi Digilio (PRB), autor da proposta, a presença do bichinho pode contribuir no tratamento.

“As visitas de animais, conforme mostram alguns estudos, podem ajudar e muito na melhora de pacientes, por meio da Terapia Assistida por Animais. Em outros casos, o animal doméstico não só faz parte da família como é o único companheiro fiel do paciente, por isso é importante uma lei, uma normativa que permita essa entrada”, diz.

REGRAS

Apesar da permissão, há regras para que pacientes passem alguns momentos ao lado dos animais.

Cada hospital determinará normas e procedimentos próprios para organizar tempo e local onde ocorrerá a visitação.

No entanto, o “Diário Oficial da Cidade” já estabelece alguns pontos.

O texto determina que a visita ocorra mediante solicitação e autorização do médico responsável pelo paciente e que seja agendada previamente na administração da unidade.

O pet deve estar vacinado e higienizado, e o responsável deve comprovar, por laudo veterinário, as boas condições de saúde do bichinho. A entrada no hospital dependerá de autorização da comissão de infectologia.

Os pets devem ser levados em recipiente ou caixa de transporte adequados. No caso de cães e gatos, devem ter guias e coleiras e, se necessário, enforcador e focinheira.

VISITA PET

A visita de animais já é rotina em algumas unidades de saúde.

Projeto da Secretaria Municipal da Saúde leva o Patas Therapeutas quinzenalmente para brincar com crianças internadas no Hospital Menino Jesus.

O Hospital Albert Einstein, por exemplo, também permite a visita de animais de estimação para ajudar na recuperação dos pacientes.

No Paraná, lei promulgadas em dezembro de 2016 também permite visitas de animais nos hospitais públicos.

(Foto: Reuters)