Qual xampu usar? Qual temperatura da água? Saiba dicas para dar banho no pet

Por Lívia Marra
Leia também: Água fresca, ventilador, chances de pulgas; saiba dicas para os dias quentes



Dar banho no cachorro em casa pode ser divertido e prático, mas requer cuidados. Além da temperatura da água e dos produtos usados, o tutor deve se preocupar em secar muito bem o animal, para evitar alergias e fungos.

Se o cão tomou chuva, brincou na piscina ou na praia, a higiene deve ser caprichada para tirar todo o resíduo de cloro ou de água salgada. Só assim o animal fica livre de ressecamentos e micoses.

Segundo William Galharde, groomer e gerente de estética da Petz, o banho é indicado uma vez por semana, com produtos adequados, com ph balanceado e hidratante, tanto para o pelo como para a pele.

Antes de mais nada, para prevenir otites, o ouvido do animal deve ser protegido com algodão –que deve ser colocado superficialmente e retirado logo após o banho.

A água não pode ser nem muito quente nem muito fria. “A fria não consegue remover a gordura da pele. Já a muito quente pode retirar a proteção natural, sensibilizando a pele do pet. A temperatura deve variar entre 35°C e, no máximo, 37°C, controlada com termostato”, diz Galharde.

O xampu deve ser específico para os pets, com ph balanceado “para não ressecar a pele nem a pelagem ou tirar a proteção natural delas”. Para o groomer, se o tutor não tiver o produto em casa, melhor escovar bem e lavar só com água, “ou usar lenços umedecidos apropriados para os bichinhos”.

Xampu infantil ou sabão de coco também não são indicados. “O sabão de coco, diferentemente do que as pessoas acham, é abrasivo e pode retirar a proteção natural da pele dos pets, provocando irritação e até alergia”, afirma Galharde.

X

Secar bem o animal, mesmo em dias quentes, é fundamental para evitar alergias e o desenvolvimento de fungos.

“Procure secar bem com uma toalha limpa, principalmente as patinhas e dobrinhas, e depois usar o secador numa temperatura morna”, diz.

No tempo frio, a frequência de banhos deve ser reduzida. Nesse caso, a água também deve ser morna, e o bichinho não deve ser exposto a vento logo após a higiene.