Criador denuncia furto de ‘restaurantes’ para cães

Por Lívia Marra

O “restaurante 24 horas” para cães criado em julho por um morador de Palmas (TO) logo se expandiu e teve duas “filiais”, colocadas em ruas da cidade. Mas essas duas estruturas que serviriam para alimentar animais de rua foram furtadas.

Para o idealizador, João de Souza Araújo, 29, elas podem ter sido levadas para serem usadas como mesas, por exemplo.

A maior parte do “restaurante”, que disponibiliza ração e água, é feita com madeira reciclável. Araújo diz que o gasto para montar cada uma é de aproximadamente R$ 50.

Segundo ele, as unidades levadas neste mês ficavam na 305 Norte e no Taquaruçu. Novos comedouros estão em produção.

O primeiro “restaurante”, chamado por Araújo de “Fome Zero“, está no bairro Sônia Regina e, por ali, o movimento tem sido grande. “[Os cachorros] continuam indo, com todo gás”, afirma.