Morre Pablo, cão que conquistou o mundo ao lado do irmão de focinho torto

Por Lívia Marra

O cãozinho Pablo, que conquistou o mundo ao lado do irmão Picasso, morreu precocemente, vítima de um aneurisma cerebral.

A informação foi divulgada em rede social pelo grupo Luvable Dog Rescue, de Oregon (EUA), que acolheu os irmãos em fevereiro deste ano.

De acordo com a ONG, os dois estavam em um passeio quando, de repente, Pablo foi para perto de algumas árvores e não voltou. Com a demora, a pessoa que conduzia a caminhada procurou e encontrou o cão caído na grama.

Inconformado, o grupo pediu um laudo sobre a morte, já que Pablo tinha boas condições de saúde. Aparentemente, foi descartado envenenamento ou outro fator externo.

A morte ocorreu no sábado passado (7), mas foi divulgada dias depois. Picasso está bem, embora confuso e triste, diz a ONG.

PABLO E PICASO

Pablo e Picasso eram inseparáveis.

Primeiro Picasso foi deixado no abrigo porque, com o focinho torto, não seria vendido pelo criador. Ali, a morte poderia ser seu destino.

Depois, Pablo foi devolvido pelo tutor, e também acolhido pelo grupo.

Logo a dupla ficou famosa e ganhou curtidas e compartilhamentos em redes sociais, além de mensagens de interessados em adoção.