Empresa dá licença ‘peternidade’ para estimular adoção, e 13 animais ganham casa

Por Lívia Marra

Oito cães e cinco gatos ganharam casa nova, e os tutores —colaboradores da Bayer— estão de folga nesta sexta (6). É uma licença “peternidade”, para que os funcionários se dediquem à adaptação do bichinho.

O benefício é parte de uma ação realizada nesta quinta (5), em parceria com a Petz, na sede da empresa, no bairro Socorro (zona sul de São Paulo). A unidade tem 1.910 funcionários.

Em duas horas, todos os animais do Projeto CEL levados ao local já tinham conseguido uma família.Tutor de Bela, Dexter Macoris agora levou para casa a cadelinha Tê.

“Para mim, a sensação de adotar é única porque tem tanto cachorrinho precisando de adoção, e infelizmente o ser humano ainda compra animais como se eles fossem objetos”, disse.

Dexter Macoris e Tê (Divulgação)

Juntando com o fim de semana, pets e os novos tutores ficarão três dias juntos, para se conhecerem e se acostumarem à nova rotina.

BEM-ESTAR ANIMAL

A Bayer criou, em 2014, o Dia do Bem-Estar Animal e, desde então, faz ações com os funcionários. No ano passado, houve campanha para doação de sangue canino.

Ação deu um dia de folga ao funcionário adotante (Divulgação)