Cães terapeutas vão a Las Vegas após massacre em festival de música

Por Lívia Marra

Cães terapeutas foram nesta semana a Las Vegas, nos EUA, para ajudar na recuperação de vítimas do ataque a tiros ocorrido domingo (1º) em um festival de música country.

O objetivo é auxiliar e confortar sobreviventes e familiares.

A partir da janela de um hotel e usando armas automáticas, Stephen Paddock disparou contra os espectadores do show que acontecia do outro lado do South Vegas Boulevard. Ele se matou em seguida, segundo a polícia.

Os animais são da organização LCC K-9 Comfort Dogs , ligada à Igreja Luterana,  Eles são acostumados a trabalhar com pessoas em risco de estresse pós-traumático e treinados para atuar em hospitais e em áreas de tragédias.

X

Desde 2008, quando o programa começou, eles já prestaram auxílio, por exemplo, a vítimas após o atentado na Maratona de Boston, em 2013 –quando três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas– e no ataque à escola primária de Sandy Hook, em 2012, quando 27 pessoas morreram. No ano passado, eles ajudaram familiares de vítimas do massacre na boate Pulse, em Orlando, onde 49 pessoas foram mortas.

Recentemente, cães terapeutas também visitaram vítimas da tempestade Harvey, no Texas.