Guarda do Rio ganha reforço de sete filhotes

Por Lívia Marra

O Grupamento de Cães da Guarda Municipal do Rio ganhou reforço de sete filhotes da raça pastor belga malinois, que serão treinados para diferentes atividades.

Filhos de Ilka e Atlas, as  cinco fêmeas e dois machos nasceram no dia 3 de agosto.

Com eles, o canil chega a 27 cães da raça belga de malinois. No total, são 50 animais, também  das raças pastor alemão, labrador, golden retriever e fox paulistinha, segundo a Guarda.

TREINAMENTO

Esses novos cães vão ajudar no processo de renovação do grupamento —e substituir alguns  em idade de aposentadoria, aos sete anos.

Porém, antes de atuarem nas ruas ou em demonstrações ao público, os filhotes recebem desde cedo estímulos dos adestradores, com brincadeiras e comandos de obediência, para se adaptarem à rotina.

O treinamento, que já começou, inclui avaliações de temperamento, interação e agressividade.

Dois dos filhotes da Guarda (Divulgação)

NOMES

O público pode escolher os nomes de dois dos filhotes, pela internet, até o próximo dia 8.

De acordo com a Guarda, cada ninhada tem uma letra de referência, e esses cães serão batizados com a inicial “M”.

Em rede social (facebook.com/gmrio.oficial), os internautas podem escolher entre cinco opções de nomes para cada filhote. Para isso, deve comentar a postagem com a hastag #CaodeGuarda e a opção desejada.

Para o macho, os nomes possíveis  são Marley, Maroon, Merlin, Marvin e Maxxi. Para a fêmea, Madona, Mabel, Mel, Mina e Mia.

Em 2015, Kira, hoje com 3 anos, também foi batizada a partir de enquete.

Os novos filhotes da Guarda (Divulgação)