Justiça manda cortar cordas vocais de cães por latirem demais nos EUA; grupos reagem

Por Lívia Marra
Leia também: Confira sete dicas para evitar latidos em excesso



A Justiça de Oregon, nos Estados Unidos, manteve nesta semana decisão que obriga um casal a submeter seus  cães a uma cirurgia para corte das cordas vocais. Isso porque, segundo os vizinhos, os animais latem muito.

A sentença provocou reação de grupos de defesa animal, que classificaram a medida como cruel e desnecessária.

Na internet, um abaixo assinado tenta reverter a decisão. O texto afirma que serão afetados cinco animais e que a operação  para reduzir o barulho dos latidos representa risco aos cães.

A briga entre os vizinhos é antiga. De acordo com o jornal “The Washington Post”,  a confusão começou em 2002, quando Karen Szewc e John Updegraff passaram a utilizar cães da raça mastim tibetano para proteger ovelhas, em sua propriedade rural.

Conforme a agência Reuters, Debra e Dale Kerin processaram os vizinhos em 2012, após anos de discussão. Na ocasião, a Justiça determinou o pagamento de US$ 238 mil, mais a cirurgia.

Os tutores recorreram, e a decisão foi confirmada na última quarta (30).