Resgatada de afogamento, menina com medo de cães abraça labrador salva-vidas

Por Lívia Marra

A pequena Caterina, 8, brincava com a irmã na praia, neste fim de semana, quando foi levada pela água, na Itália. O pai correu e conseguiu agarrar a mais velha. Mas o resgate de Caterina só foi possível graças à ação de Lux, um cão salva-vidas.

O detalhe é que a menina tinha muito medo de cães. Assustada, ela chorou bastante após o salvamento, mas, assim que se acalmou, não hesitou em abraçar o cachorro.

A história foi contada em rede social pela Escola Italiana de Cães de Resgate.

A função de Lux foi deixar seu posto de vigília e, a patadas largas, driblar as ondas e levar até Caterina um cinto especial –espécie de boia–, para auxiliar o resgate, ao lado de um humano, na praia de Palinuro.

Os pais, ainda segundo relato da escola em rede social, afirmam que nunca haviam conseguido fazer a menina se aproximar e ter confiança nos cães –o que, depois do gostoso abraço em Lux, deve mudar.

Aqui no Brasil também há cão salva-vidas. Ice treinou duro e, no começo deste ano, passou a atuar em Itajaí (SC).