Cães substituem daminhas e levam alianças; veja dicas para incluir pet na cerimônia

Por Lívia Marra

O bichinho de estimação já não precisa ficar de fora da festa de casamento dos tutores. Ao contrário, cada vez mais, os ‘pets de honra’ fazem sucesso na hora do casamento.

A preparação inclui planejamento e organização. Isso desde a roupinha adequada até o adestramento, já que o ambiente e o barulho podem distrair o bichinho naqueles momentos mais importantes, como acompanhar a noiva ou entregar as alianças.

Veja abaixo dicas da plataforma Pet Booking para a data:

– O local – algumas igrejas e salões de eventos não aceitam animais. Por isso, antes de todos os preparativos, é preciso confirmar se seu bichinho terá acesso. Em São Paulo, por exemplo, a Paróquia São Francisco de Assis, na Vila Clementino, é uma das igrejas que aceita animais de estimação.

– Roupinha de gala – além do vestido da noiva, a do pet também vai chamar a atenção; há smoking, terninhos e vestidinhos, mas é importante que a roupa não cause desconforto.

– Rotina – Mesmo animais treinados podem ficar incomodados em ambientes agitados. Lembre-se de levar água para o bichinho e, se ele participar da festa, veja se alguém da família pode cuidar dele. É importante verificar também se o local possui um espaço tranquilo para que ele descanse.

– ‘Dia de beleza’ – o pet também merece cuidado especial para o dia: banho, tosa e escovação de dentes para ficar bem bonito para a cerimônia.

– Muitas fotos – os ensaios pré-casamento são tendência entre os noivos e podem incluir o melhor amigo do casal. As fotos no dia da cerimônia são importantes, só não vale  deixar o bichinho estressado ou cansado.