Cadela morre após defender irmãos de ataque de cobra em Goiás

Por Lívia Marra

 

Mariana, uma cadela de sete anos, foi corajosa e evitou que dois irmãos fossem atacados por uma cobra, na última segunda (1º), em Goiás. Ela, no entanto, acabou picada no focinho. Foi medicada, ficou internada, mas não resistiu e morreu nesta sexta (5).

Segundo o veterinário Paulo Cesar Dias Ramalho, a cadela foi ferida por uma jararaca enquanto os tutores roçavam uma área na localidade Igrejinha, Anápolis.

Ao perceber a cobra, Mariana se antecipou e tentou atacá-la. Os tutores nada sofreram.

De acordo com o veterinário, os irmãos conseguiram recolher a cobra –e pegaram uma segunda, que ainda estava em um buraco na terra– e levaram a cadela imediatamente à clínica. Com o focinho bastante inchado, ela recebeu soro e medicação indicada. Forte, chegou a dar sinais de melhora.

O QUE FAZER

E se acontecer com o seu bichinho?

Segundo Ramalho, o tutor deve procurar um veterinário o quanto antes para tentar salvar o pet.  E, de preferência, com informações sobre o animal responsável pelo ataque. No caso de Goiás, os donos conseguiram capturar a cobra.

Saber a espécie responsável pelo ferimento é importante para aplicar a medicação.  “Pode até ser ser uma foto. Mas sempre com segurança. Pedimos que o dono não coloque a mão [para pegar o animal que atacou para não se ferir também]”, disse o veterinário.