Você se preocupa com o bem-estar animal? Conheça campanha

Por Lívia Marra

Animais são capazes de sentir emoções, como medo e felicidade. Por isso, o CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária) lançou uma campanha para conscientizar a população sobre o bem-estar dos bichinhos.

A ação se baseia em cinco ‘liberdades’: o animal deve ter acesso a comida e água; ficar livre de dor e doenças; deve estar abrigado em um ambiente com temperaturas confortáveis para a espécie e superfícies adequadas para proporcionar conforto; ter espaço que não restrinja seu comportamento natural; e ser livre de medo e estresse.

Nesse caso, a reação pode ocorrer quando há incompatibilidade entre animais domésticos, e a família introduz um novo pet na casa. Para evitar problemas, a orientação de um médico veterinário é importante.

Segundo o CFMV, o bem-estar deve ser respeitado no caso de animais de produção, de companhia, selvagens ou de laboratório. E o comportamento deve ser conhecido pelo veterinário e zootecnista, para que as necessidades sejam atendidas.

“Ao cuidar do cão e vaciná-lo ou castrá-lo, por exemplo, diminuímos o risco de doenças para os outros cães e seres humanos, assim como diminuímos a pressão ambiental que existiria caso a reprodução não fosse controlada”, diz a médica veterinária Carla Molento, presidente da Comissão de Ética, Bioética e Bem-estar Animal.

A campanha do Conselho também conta com vídeo e um quiz.

Você se preocupa com o bem-estar animal? Clique aqui e faça o teste.