Estudante vai para o Canadá, e saudade do amigo de quatro patas faz chorar; leia relato

Por Lívia Marra
Qual a história do seu cachorro? Conte para o blog!



Scooby, 9, e Ricardo Henrique Nonato Cunha Ramos, 16, cresceram juntos. Dividiram cama, brincadeiras, momentos felizes, mas precisaram se separar no ano passado, quando o garoto viajou para estudar no Canadá. Mas deixar o companheiro peludinho no Brasil não foi fácil.

“Eu não esperava que a dor de deixar meu amigo fosse tão forte. E eu chorei abraçado ao Scooby, que sentiu minha tristeza e simplesmente ficou imóvel sentindo minhas lágrimas caírem  sobre seus pelos”, relembra o adolescente, que estuda o 3º ano do ensino médio na Royal Bay Secondary School, em Victoria.

Para amenizar a saudade, Henrique usa até videochamada para ver Scooby.  “Esse intercâmbio, além de servir para meu desenvolvimento cultural, serviu pra que eu percebesse o valor de um amigo de quatro patas”, diz.

Leia abaixo o relato enviado ao blog:

X

“O dia que chorei com meu cachorro

Era fevereiro de 2008. Lembro do primeiro olhar: aquele peludinho preto de mancha branca no peito,  em uma caixa de papelão, dizendo com os olhos ‘me leva pra casa’ e ao lado um pedaço de papel com a frase ‘preciso de carinho’.

Eu o peguei no colo, junto o pacote de ração e uma pergunta: que nome dar a esse amigão? Lembrei do desenho animado mais engraçado que eu gosto. E assim o Scooby chegou em casa.

Não tive dúvidas: ali nasceu nossa amizade. E e eu o vi crescer pulando pelo quintal, querendo subir na minha cama –mas isso só acontecia quando minha mãe não estava vendo.

Mas eu não imaginava que quase 9 anos depois eu teria que me separar desse meu amigo de quatro patas. Em setembro de 2016 embarquei rumo ao Canadá para uma temporada de ‘high school’, a mais de 10 mil km de distância.

E nesse dia eu não esperava que a dor de deixar meu amigo fosse tão forte. E eu chorei abraçado ao Scooby, que sentiu minha tristeza e simplesmente ficou imóvel sentindo minhas lágrimas caírem sobre seus pelos.

Muita saudade do cachorro que, para mim, é o mais lindo do mundo. No Canadá tive outros, mas nenhum substituiu o meu grande amigo da caixa de papelão.

Ainda tenho mais quatro meses aqui no Canadá, e a alegria de estar aprimorando meu inglês e estudando o ensino médio fora do país –um privilégio que a grande maioria dos jovens brasileiros não tem– jamais alivia minha saudade dos amigos, dos meus pais e do meu parceiro de quatro patas.

Fico imaginando como será nosso reencontro, pois quando falo via internet com o Brasil ele demonstra a falta que sente de mim e fica farejando todos os pontos do meu quarto. É, amigo Scooby, faltam poucos dias pra nos encontrarmos.

 Esse intercâmbio, além de servir para meu desenvolvimento cultural, serviu pra que eu percebesse o valor de um amigo de quatro patas e confirmasse minha profecia de nove anos atrás: em algum momento na vida nosso destino ia se cruzar. Até breve.”

Scooby e Henrique ‘conversam’ pela internet (Arquivo Pessoal)

*

Você tem alguma história bacana sobre seu cachorro? Escreva para o blog. Ela pode ser compartilhada aqui!