Cachorro se nega a deixar morador de rua e vai com ele na ambulância até o hospital

Por Lívia Marra
Leia também: Com vigília em hospital, cão ajuda tutor a reencontrar família em SP
Atualização: Uma semana após vigília em hospital, cão reencontra o tutor em SP
Leia também: Cães entram em ambulância e acompanham tutor até hospital no Peru

 

Marrom ficou desesperado na última quarta (15), quando seu tutor, um morador de rua em Limeira (SP), passou mal e precisou ser levado a um hospital. Inconformado, o cachorro não quis desgrudar do amigo, e os socorristas não tiveram outra escolha: permitiram que ele entrasse na ambulância e acompanhasse o homem.

No hospital, o cãozinho se mostrava preocupado. Conseguiu entrar na sala onde era feito o atendimento inicial, mas, com a transferência do homem para a UTI, decidiu esperar do lado de fora da unidade. Ficou ali deitadinho, quietinho. Ganhou água e comida dos funcionários, que até colocaram uma placa na parede alertando para que o bichinho não fosse maltratado.

Mas Marrom estava cheio de pulgas e de carrapatos e também precisava de cuidados. Por isso, foi levado dali e está hospedado em uma clínica, sob tutela da Alpa, associação de proteção animal na cidade.

O morador de rua teve diagnóstico de pneumonia e permanece internado. A expectativa é que eles se reencontrem nos próximos dias.

Nesse período, de acordo com a associação, Marrom receberá vacinas , será castrado e microchipado.