Tutor procura veterinário para tratamento preventivo, indica pesquisa

Por Lívia Marra

 Mais do que amigos, os pets são mesmo considerados membros da família por muita gente. Essa proximidade faz com que o tutor se preocupe com a saúde do bichinho e procure o veterinário para tratamentos preventivos, indica pesquisa.

A vacinação é o motivo de 78% das consultas, seguido pelo check-up, com 60%. Doenças de momento ficam em terceiro lugar, com 59%, mostra o levantamento da Zoetis, realizado pela empresa de pesquisas MeSeems em 2016.

Segundo a fabricante de produtos de saúde animal, pulgas e carrapatos também preocupam, e 79% dos tutores costumam fazer tratamento preventivo, enquanto 21% buscam ajuda do especialista apenas quando aparece o problema. 

 “A pesquisa nos mostra que os cães, cada vez mais, ocupam uma posição importante nos lares e são considerados como parte da família. Isso faz com que seus tutores tenham um maior cuidado com eles, principalmente quando se refere à saúde e ao bem-estar do animal”, afirma Tiago Papa, diretor da unidade de negócios de animais de companhia da Zoetis.

Para o levantamento, foram ouvidos 300 donos de cachorros com mais de um ano de vida, que vivem em São Paulo e no Rio, e pertencem às classes A (43%) e B (57%). 

As consultas pagas com o veterinário são realizadas, em média, duas vezes por ano, mostra a pesquisa.