Cachorro que invadiu metrô de São Paulo  é encontrado morto

Por Lívia Marra

Um cachorrinho invadiu o metrô de São Paulo na quarta-feira (8) e correu pelos trilhos, o que obrigou os trens a circularem com velocidade reduzida pela manhã, quando o volume de passageiros é grande. O bichinho, no entanto, foi encontrado morto na madrugada desta quinta.

O animal foi localizado por empregados da manutenção, nas proximidades da estação Vergueiro. Em nota, o Metrô informou que não havia sinais aparentes de atropelamento e que o corpo foi encaminhado a uma clínica veterinária.

O cão havia entrado no sistema perto das 7h30 de quarta. Na ocasião, trens reduziram a velocidade das 7h30 às 8h15 na linha-1 azul e até as 8h41 na linha-3 vermelha, na tentativa de que o animal fosse resgatado. Ele circulou entre nove estações, da Armênia ao Paraíso –na linha-1–, passando pela Sé, na linha-3.

Durante o período, houve acúmulo de passageiros nas estações. Muitos publicaram nas redes sociais fotos de plataformas lotadas.

Um vídeo que circula pelas redes mostra o bichinho correndo pelos trilhos. Mas, sem localizar o animal, o Metrô chegou a dizer a internautas, na quarta, que o cão havia fugido do sistema. A causa da morte não foi confirmada.

Em nota, a empresa informou que “todas as medidas operacionais foram adotadas para garantir a segurança dos usuários, manter a circulação dos trens e tentar resgatar o cachorro”.