Idoso perde casa, mas se recusa a abandonar cães e fugir de furacão; veja imagens

Por Lívia Marra

O aposentado António Núñez, 79, perdeu sua casa durante a passagem do furacão Otto pela Costa Rica. No entanto, se recusava a deixar a comunidade Estrada de Matina sem seus quatro cães para trás.

“Eu morro com os meus cachorros, não vou deixá-los sozinhos. Se os cachorros podem ir comigo, eu vou”, disse ao jornal local “La Nación”.

Núñez acabou resgatado por um jovem, que o levou para passar a noite na casa de um vizinho. De acordo com a BBC, três dos animais de estimação passam a noite com o tutor. O outro ele encontrou na manhã seguinte, dentro da casa destruída pela água após o rompimento de uma barragem.

X

O local era considerado de alto risco pelas autoridades. “Eu perdi tudo. Não sobrou roupa, não sobrou nada. Estou assim, na vontade de Deus e aguardando o que vem pela frente. As coisas se recuperam, a vida não”, afirmou o idoso ao canal de televisão Teletica.

Núñes contou com a ajuda da ONG Rescate Animal, que levou o idoso para uma casa, alugada por três meses, em local seguro.

De acordo com a organização, muita gente ficou comovida com a história, e Núñes recebeu doações para a mobília, além de ração para os cães.

A passagem do furacão Otto, na quinta-feira (24), provocou ao menos nove mortes e deixou vários povoados inundados no sul da Nicarágua e no norte da Costa Rica, informaram autoridades nesta sexta.