Papa recebe Leo, o labrador que ajudou resgatar menina após terremoto

Por Lívia Marra
Papa cumprimenta Leo (AFP/Osservatore Romano)

O papa Francisco recebeu neste sábado (3) uma equipe de socorristas que atuou após o terremoto do último dia 24 na  região central da Itália. Entre eles, Leo, o labrador que auxiliou no resgate de uma menina de 4 anos.

O cão ajudou a localizar Georgia, que passou 16 horas sob os escombros em Pescara del Tronto. Sua irmã, de dez anos, morreu –a equipe de resgate diz que a menina protegeu a caçula durante o terremoto.

Na quarta (31), Leo e um grupo de bombeiros conheceram o premiê italiano, Matteo Renzi, e a chanceler alemã, Angela Merkel, que fizerem carinho e tiraram fotos com o labrador.

O terremoto deixou cerca de 300 mortos, além de centenas de feridos e quase 3.000 desabrigados, de acordo com a Defesa Civil.

X

TAMBÉM VÍTIMAS 

Na sexta (2), o golden Romeo foi resgatado em Amatrice, nove dias após o tremor.

Em Pescara del Tronto, uma ambulância veterinária socorre os bichinhos vítimas do sismo

Após o terremoto, animais protagonizaram cenas comoventes, como o cocker que deitou ao lado do caixão do dono ou o cãozinho que, mesmo ferido, tentou impedir a entrada da equipe de resgate em sua casa, para proteger o local.