Ambulância atende animais vítimas do terremoto na Itália; veja fotos de cães resgatados

Por Lívia Marra
X

Animais também estão entre as vítimas do terremoto que atingiu a região central da Itália no último dia 24. Além daqueles que estavam nas ruas, alguns perderam seus donos, suas casas ou se perderam de suas famílias.

Entre ambulâncias e tendas em Pescara del Tronto, uma das cidades afetadas, uma estação veterinária socorre os bichinhos 24 horas por dia.

Segundo Ansa, os primeiros pacientes atendidos foram três gatinhos que, depois de examinados, receberam alta e foram colocados para adoção “perfeitamente saudáveis”. A agência de notícias informou que o serviço foi organizado pela associação de voluntariado Amico Fedele de San Benedetto del Tronto com a Croce Gialla de Ancona, o setor veterinário da Azienda Sanitaria Locale (ASL) da área e o Istituto Zooprofilattico Umbria e Marche. Ele também conta com a ajuda da faculdade de veterinária da Universidade de Camerino.

CÃO TRISTE, CÃO VALENTE

O terremoto deixou um rastro de destruição e mais de 290 pessoas mortas. Entre buscas por desaparecidos e resgates de vítimas, histórias envolvendo cães chamaram a atenção.

Em um velório coletivo na região de Ascoli Piceno, um cocker se recusava a sair de perto do caixão de seu dono. A vítima foi identificada como Andrea Cossu , 45, e morreu em Pescara del Tronto, segundo informações da RAI.

FullSizeRender
Perto de Amatrice, Bravo se machucou durante o terremoto e sua casa ficou destruída. Ainda assim, mesmo depois que seus donos foram resgatados e hospitalizados, o cachorro permanecia ali para proteger sua casa, segundo o jornal ‘La Stampa’.

Ele rosnou, mas acabou deixando a equipe de resgate retirar as vítimas. E também foi medicado. Preso a uma coleira, era incentivado por um policial: “Força, Bravo, não desista!”.


16237129