Gobi, a cadela que acompanhou maratonista, é localizada na China

Por Lívia Marra

Após dias de buscas, a cadela Gobi, que ficou famosa por ‘correr’ parte de maratona na China, foi localizada.

Em junho, ela  acompanhou o maratonista Dion Leonard em parte de uma competição –cerca de 125 km, diz. Havia sumido há alguns dias do local onde estava abrigada, em  Urumqi, enquanto eram cumpridos procedimentos burocráticos antes de ser  adotada pelo atleta.

Leonard, que mora no Reino Unido e voltou à China no fim de semana para procurar o bichinho, publicou um vídeo nesta quarta para mostrar Gobi de novo em seus braços.

Ela está bem, com um pequeno machucado na pata. 

X

MARATONA E O SUMIÇO 

O animal ficou conhecido por se juntar aos maratonistas, “adotar” e seguir Leonard em 3 das 6 etapas da corrida.

Após a competição, o maratonista passou a arrecadar dinheiro e cumprir a parte burocrática para levar Gobi para sua casa.

Agora, ela ainda deverá passar por Pequim e ser submetida a exames médicos antes de ser levada para a Escócia, o que deve durar 120 dias.

O maratonista afirma ter sido avisado sobre o sumiço no dia  (15). No entanto, diz imaginar que Gobi tenha fugido antes disso e que as pessoas que estavam cuidando dela tenham tentado localizá-la antes de contar a ele.

Nesta quarta, Leonard agradeceu ao apoio e a todos que participaram das buscas. “Estamos super felizes”, afirma.